Retorno a reims

R$89,90 R$62,90

Coleção:
Livro em pré-venda.
Envios a partir de
12/09/2020.
  

Neste grande livro que entrelaça reflexão sociológica e memória autobiográfica, Didier Eribon relata seu retorno, depois da morte de seu pai, a Reims, sua cidade natal, e seu defrontamento com seu ambiente de origem, com o qual havia praticamente rompido trinta anos antes.
Desse reencontro, vem o ímpeto de mergulhar no passado e retraçar a história de sua família, à medida que se dá conta de que a ruptura não se deveu exclusivamente a sua homossexualidade ou à homofobia que pairava no ambiente doméstico, mas também à vergonha que ele sentia de sua origem social.
Ao evocar o mundo operário de sua infância, reconstituindo sua ascensão social e sua vida intelectual a partir dos anos 1950, o filósofo e sociólogo francês combina a cada parte desse relato íntimo e comovente elementos de uma reflexão sobre classes, sistema escolar, formação das identidades, sexualidade, política, democracia e a mudança do padrão de votos da classe operária — que é ilustrada por sua própria família, que troca a lealdade ao Partido Comunista por partidos de direita e até de extrema-direita. Ao reinscrever assim as trajetórias individuais nos determinismos coletivos, Didier Eribon se questiona sobre a multiplicidade de formas da dominação e portanto da resistência.

Didier Eribon
Didier Eribon, filósofo e sociólogo, é atualmente professor da Faculdade de Filosofia, Ciências Humanas e Sociais da Universidade de Amiens, já tendo lecionado na Universidade de Berkeley (Estados Unidos). Recebeu em 2008 o Brudner Prize, concedido todos os anos pela Universidade de Yale. É autor de diversas obras entre as quais Reflexões sobre a questão gay (1999), a aclamada biografia de Michel Foucault e vários outros livros de teoria crítica. Eribon é considerado um dos pensadores mais importantes da atualidade em todo o mundo.
Peso 600 g
Dimensões 17.8 × 2 × 10.5 cm
Tradutora

Cecilia Schuback

Páginas

296

Atualizando…
  • Nenhum produto no carrinho.