Contra o ódio

R$54,90

  

Racismo, fanatismo, sentimento antidemocrático. Em um espaço público cada vez mais polarizado, impõe-se um pensamento que só permite duvidar das opiniões dos outros, nunca das próprias. Carolin Emcke – uma das intelectuais europeias mais interessantes de sua geração – opõe a essa homologação a riqueza de uma sociedade aberta a diferentes vozes: uma democracia se realiza plenamente apenas com a vontade de defender o pluralismo e a coragem de se opor ao ódio. Com esses anticorpos, podemos derrotar os fanáticos religiosos e nacionalistas, que fabricam consenso, mas têm medo da diversidade e do conhecimento, as armas mais poderosas que temos. “Emcke demonstra que o diálogo é possível, e seu livro nos lembra que é uma tarefa que devemos encarar”. Fragmento da decisão do júri do prêmio da paz dos livreiros alemães.

Acompanhe a playlist sobre o livro Contra o ódio  produzida por Erika Ziller, no Spotify:

Carolin Emcke
Carolin Emcke, nascida em 1967, estudou filosofia em Londres, Frankfurt e Harvard. Entre 1998 e 2013, foi correspondente em algumas das regiões mais problemáticas do mundo. Em 2003/04, foi professora visitante de Teoria Política na Universidade de Yale. Emcke recebeu inúmeros prêmios, entre os quais o Prêmio Theodor Wolff, o Prêmio Otto Brenner Prize for Critical Journalism e o Prêmio Johann Heinrich Merck Prize for Literacy Criticism and Essay Writing. Em outubro de 2016, recebeu o Prêmio da Paz dos Livreiros Alemães na Feira do Livro de Frankfurt, concedido no passado a autores como Orhan Pamuk, Svetlana Alexievich e Susan Sontag.
Peso 222 g
Dimensões 19.6 × 10 × 1.8 cm
Tradução

Maurício Liesen

Capa

Julia Geiser

Ano de publicação

2020

Páginas

196

Categoria:
Atualizando…
  • Nenhum produto no carrinho.