Contra as eleições

R$39,00

  

As últimas eleições têm confirmado o auge de populismos baseados no medo e na desconfiança generalizada das elites. As eleições tornaram-se concursos de popularidade em vez de serem um debate racional de propostas.

Como explica este livro brilhante, o objetivo inicial das eleições foi excluir as pessoas do poder selecionando uma elite para governá-las. Na verdade, durante a maior parte dos 3.000 anos de história da democracia, as eleições não existiam, e os cargos eram repartidos usando uma combinação de sorteios e voluntários que se ofereciam.

A partir de estudos e exemplos de todo o mundo, este manifesto influente e radical apresenta uma proposta real para uma verdadeira democracia, uma democracia que realmente funcione. Urgente, heterodoxo e extremamente persuasivo, Contra as eleições deixa apenas uma pergunta a ser respondida: “O que estamos esperando?”.

“A eleição de nossos governantes com o voto popular não logrou em um autêntico governo democrático: esse parece ser o veredicto da história que se desenrola diante de nossos olhos…Talvez tenha chegado o tempo para essa idéia.” J.M. Coetzee

David van Reybrouck
(1971-) Um dos intelectuais mais importantes da Bélgica, é um pesquisador, jornalista e poeta. Escreveu numerosos livros, mas foi com Congo que ganhou notoriedade internacional. Ele é presidente do Pen Club Bélgica. Em 2011, na Bélgica, ele lançou o G1000 projeto, uma plataforma de inovação democrática para aumentar a participação dos cidadãos no processo político.
Peso 390 g
Dimensões 15 × 10.8 × 2.6 cm
Tradução

Flavio Quintale

Revisão

Maria Fernanda Alvares

Preparação

Lígia Azevedo

Capa

Julia Geiser

Ano de publicação

2017

Páginas

308

Atualizando…
  • Nenhum produto no carrinho.