A cidade dos ricos e a cidade dos pobres

R$39,90

Coleção:
  

Nas culturas ocidentais, a cidade é imaginada como um espaço de integração social e cultural. Um lugar seguro, protegido da violência, da natureza e dos homens, produtor de novas identidades, centro privilegiado de inovação técnica e científica, cultural e institucional. Na cidade do Ocidente, os ricos e os pobres sempre se encontraram e continuam a se encontrar, mas se tornam também cada vez mais visivelmente distantes. Hoje, mais do que no passado, nas grandes áreas metropolitanas, as desigualdades são visíveis e as estratégias de distinção e exclusão têm sido frequentemente favorecidas pelo próprio projeto urbano. Devemos voltar a refl etir sobre a estrutura espacial da cidade, reconhecer a importância que a forma do território tem ao construí-la. Conferir novamente aos espaços urbanos uma maior e mais difusa porosidade, permeabilidade e acessibilidade; desenhá-los com ambição, levando em consideração a qualidade das cidades que nos precederam, e pensar novamente sobre as dimensões do coletivo.

Acompanhe a playlist sobre o livro A cidade dos ricos e a cidade dos pobres produzida por Uiara Azevedo, no Spotify:

Bernardo Secchi
Bernardo Secchi (1934-2014) foi um urbanista italiano. Lecionou em muitas universidades italianas e europeias, incluindo o Politécnico de Milão e o Istituto Universitario di Architettura Venezia (IUAV). Recebeu o título de doutor honoris causa das universidades de Grenoble e de Hasselt e o Grand Prix d’Urbanisme. Foi senior fellow do Canadian Centre for Architecture e Cavaleiro da Legião de Honra Francesa. Em 2008 esteve entre os dez arquitetos convidados para desenvolver ideias e projetos para a “Grand Paris”. Foi diretor da revista Urbanistica.
Peso 136 g
Dimensões 16 × 12.2 × 1 cm
Revisão

Fernanda Alvares

Capa

Julia Geiser

Ano de publicação

2019

Páginas

115

Categoria:
Atualizando…
  • Nenhum produto no carrinho.